.comment-link {margin-left:.6em;}

Cinecasulofilia

0 - fuja! * - razoável ** - bom *** - muito bom, recomendado **** - obra-prima!

segunda-feira, agosto 01, 2005

mais um video esquisito

NATAL (2005, MiniDV, 15´)

Ficou pronto mais um video caseiro: NATAL (foi o título possível). Na verdade, trata-se de uma carinhosa revisitação aos espetaculares filmes de Jonas Mekas, à questão se ainda é possível um olhar inocente num mundo cada vez mais tão clichezado e vulgarizado, se é possível ter um frescor de olhar no cinema, olhar pela primeira vez, e isso torna-se possível para Mekas dialogando com o cinema dos Irmãos Lumière. Ou seja, NATAL é um registro do natal com minha família absolutamente caseiro mas ao mesmo tempo é uma espécie de pequena reflexão sobre a importância da família, a afetividade da câmera em relação ao objeto filmado, da rotina, dos pequenos momentos. É tbem um prosseguimento de algumas questões do AUTO-RETRATO: a exposição pessoal, a autocrítica, o humor naive, o processo de criação que se passa por um aprofundamento do cotidiano. Mas agora é um documentário, agora há as pessoas. Esse é o desafio do novo. A presença da música, a estrutura em blocos fragmentados, o plano seqüência, o corte seco e abrupto de som, o epílogo severo, vêm tbem do Auto-Retrato. Mas é um trabalho afetuoso, ou pelo menos eu quis que o fosse. Ah como lição primeira dos filmes de Mekas, NATAL é um filme infantil, evidentemente, até porque só as crianças se interessam pelo Natal. Por isso em um momento o filme se aproxima do piegas, eu quis testar isso, talvez pelo impacto de NINGUÉM PODE SABER, com a musiquinha no final com as crianças caminhando pela ponte, completamente piegas e completamente humana. As quebras de ritmo desse filme me fazem ficar um pouco confuso sobre sua consistência, mas a idéia foi exatamente essa: NATAL é um trabalho bastante despretensioso, e tenho a mais absoluta convicção de que ninguém vai entender muito bem, e que até os fãs do meu trabalho podem se desapontar. Exercício ligeiro, espécie de preparação para outras coisas que podem estar a vir. Vamos ver a reação (de horror) das pessoas na sexta no Ateliê.

2 Comments:

Anonymous Anônimo said...

que hora que vai passar? sexta-feira talvez eu tenha que filmar um anivesário de uma garotinha de 6 anos de seis e meia às dez e meia, mas se der eu vou com certeza absoluta. sempre ansioso por ver as tuas novas conclusões sobre o cinema.
abs. ricardo

2:00 PM, agosto 01, 2005  
Blogger Cinecasulófilo said...

no ateliê sex 5 20hs mandei e-mail apareça pra fazer as pazes to indo pra sampa so volto na sexta

5:57 PM, agosto 01, 2005  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home