.comment-link {margin-left:.6em;}

Cinecasulofilia

0 - fuja! * - razoável ** - bom *** - muito bom, recomendado **** - obra-prima!

quarta-feira, outubro 19, 2005

O Conto da Ilha Desconhecida

(literatura)
O Conto da Ilha Desconhecida
De José Saramago

Resumo:
Homem quer falar com o rei para pedir-lhe um barco. O rei, após a insistência, dá-lho. A mulher da limpeza resolve sair do palácio do rei pela porta das decisões e juntar-se à tripulação do barco. Ela limpa o barco. Ele tenta em vão arrumar tripulantes. Todos acham que não há mais ilhas que não sejam conhecidas. À noite, eles vão dormir, cada um em seu beliche. O homem sonha que chegou à ilha desconhecida. Ele acorda ao lado da mulher. Eles pintam o nome do barco: A Ilha Desconhecida.

Reflexões:

O Conto da Ilha Desconhecida parte de duas idéias: a de que um barco é uma ilha, e a de que as pessoas são uma ilha.

A idéia de uma ilha só faz sentido quando existe o mar; sem o mar, nenhuma ilha é ilha, ou seja, as ilhas não existiriam.

Segundo Saramago, é preciso acreditar que ainda existem ilhas a serem descobertas, ainda que só se consiga chegar nela em sonho (ou seja, uma ilusão romântica).

O curto livro gasta um bom tempo para que o leitor saiba que o rei é o tipo de pessoa que nunca buscaria uma ilha desconhecida. Talvez, para o escritor, o fato de pessoas poderosas NÃO quererem buscá-la seja tão importante quanto o fato de o homem querer buscá-la.

Ao final, A Ilha desconhecida é a ilha, é o próprio barco, é o próprio processo de busca, é o prazer sereno de aventurar-se rumo ao desconhecido.

Faltou, no entanto, que a ilha seja o próprio livro. Isso Saramago não sacou. A sua literatura poderia ser a própria ilha, esse próprio processo de busca.

O título do livro poderia ser A Ilha Desconhecida. Então, lançar-se ao mar seria lançar-se à folha de papel em branco. Ao invés disso, preferiu intitular de O Conto da Ilha Desconhecida. Isso é tudo o que pode ser dito sobre o que o autor busca em sua literatura.

8 Comments:

Anonymous luiz pretti said...

li esse livrinho a um tempo atrás e gostei justamente por ter essa busca romântica e absurda atrás da ilha. busca essa que hoje é vista como fábula ridícula se torna em sentimento de pureza nas maãos do saramago.

3:51 PM, outubro 20, 2005  
Anonymous Anônimo said...

Eu e a minha turma, lemos este conto e no início achei uma grande parvoice...mas ao longo da análise do mesmo, vi que o conteúdo do conto é muito interessante e da-nos uma liçao..que devemos sempre persistir em alcançar os nossos objectivos...:)

10:54 AM, outubro 31, 2007  
Anonymous Anônimo said...

gostei muito do conto....

11:00 AM, outubro 31, 2007  
Anonymous Anônimo said...

mtt bom o resumo...

9:03 PM, fevereiro 14, 2008  
Anonymous Anônimo said...

esse livro e muito estranho sem ter uma visão filosofica...
e ele e muito tediante naum acontece nada

7:36 PM, novembro 25, 2008  
Blogger dfmp18 said...

muito bom o resumo da grande jeito para o meu trabalho da escola :D

7:56 PM, dezembro 09, 2009  
Anonymous Anônimo said...

Não achei pertinente o comentário a respeito do quê Saramago "sacou" ou não. Quem escreveu o conto foi ele e não você, portanto, acredito que nada escapou às observações do escritor. Já as suas, bem, cada um interpreta da forma que entende.

6:50 PM, novembro 30, 2010  
Anonymous Anônimo said...

ESTE RESUMO AJUDOU-ME EM MUITO
OBRIGADO

1:57 PM, novembro 18, 2013  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home