.comment-link {margin-left:.6em;}

Cinecasulofilia

0 - fuja! * - razoável ** - bom *** - muito bom, recomendado **** - obra-prima!

segunda-feira, fevereiro 04, 2008

EXPERIÊNCIAS DE TIRADENTES (II)

Longas vistos em Tiradentes:

Cleópatra, de Julio Bressane **
Ainda Orangotangos, de Gustavo Spolidoro 0
(R) Sábado à noite, de Ivo Lopes Araújo ***
Corpo, de Rubens Rewald e Rossana Foglia *
Amigos de Risco, de Daniel Bandeira 0

Curtas:

Há muito tempo eu não via um festival com sessões de curtas em 35mm tão marcantes. Os três primeiros da lista são praticamente obras-primas. Na revisão, Um Ramo cresceu bastante, é um enorme conto de terror narrado com uma simplicidade que perturba por fazer despontar uma desmesurada e incomum poesia, que nos faz pensar se aquela mulher é maldita ou abançoada pelo que lhe acontece. Mas o grande destaque foi Antonio Pode, um curta impensável, que nos faz meditar sobre o que é a vida e o cinema, trabalho de raro vigor e poesia singular. Corpo Presente é um curta contemporâneo, cheio de elipses, com um mergulho na vida dessa menina bastante particular. Outubro é um estranhíssimo curta de Curitiba, um dos trabalhos mais perturbadores e pessoais vistos ultimamente. Gostaria muitíssimo de rever esse curta, que me causou uma impressão enorme. O curta de Leo Lacca, após polêmica em Brasília, comprovou suas qualidades, um conto de terror naturalista cuja matéria-prima é a linguagem cinematográfica per si. Ocidente já resgata o diálogo com um cinema mais formalista mas de inegável qualidade. Trópico das Cabras é um ensaio de Fernando Coimbra para o longa de co-produção internacional, com grande requinte de acabamento, embora caia em alguns estereótipos do “cinema internacional”. Areia é mais um exemplo do cinema de poesia e sensibilidade de Caetano Gotardo. E Sentinela é o doc experimental mineiro em autêntica expressão.

Antonio Pode, de Ivan Morales Jr. *** ½
Corpo Presente: Beatriz, de Marcelo Toledo e Paolo Gregori *** ½
(R) Um Ramo, de Marco Dutra e Juliana Rojas *** ½
Outubro, de Murilo Hauser ***
Décimo Segundo, de Leonardo Lacca ***
Ocidente, de Leonardo Sette ***
Areia, de Caetano Gotardo **
Trópico das Cabras, de Fernando Coimbra **
(R) Sentinela, de Afonso Nunes **
A Psicose de Valter, de Eduardo Kishimoto **
De Resto, de Daniel Chaia **
Sistema Interno, de Carolina Durão **
Esconde-Esconde, de Alvaro Furloni **
Saindo de Casa, de Roberta Arantes *
(R) O Lobinho Nunca Mente, de Ian SBF 0

1 Comments:

Blogger Murilo said...

não consegui descobrir seu nome no blog, de qualquer maneira fiquei feliz em saber que gostou do "estranhíssimo curta de curitiba", e ficaria feliz em te mandar um dvd para que pudesse revê-lo.
manda o endereço para o meu email: murilohauser@gmail.com

um abraço,
murilo hauser

9:32 PM, fevereiro 09, 2008  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home