.comment-link {margin-left:.6em;}

Cinecasulofilia

0 - fuja! * - razoável ** - bom *** - muito bom, recomendado **** - obra-prima!

terça-feira, abril 08, 2008

Reflexões sobre o amor

“Amar é encontrar na felicidade do outro a própria felicidade”.
Quando eu penso nessa frase, eu lembro de minha mãe. Minha mãe sempre se sacrificou para tentar ajudar a mim e ao meu pai em nossas necessidades. Ela se doava (se doa) por nós sem esperar nada em troca.

Eu, muito preocupado com meus afazeres, com meus projetos e com as minhas ambições pessoais, nunca prestei muita atenção a isso, e aceitava essa ajuda de bom grado, porque eu sempre achei que minha mãe nunca teve grandes ambições pessoais.

Estava enganado, ela tinha: seu projeto de vida era amar.

E eu, tão preocupado com meus afazeres, com meus projetos e com as minhas ambições pessoais, passei pela vida e não tive tempo para amar.

Pelo menos percebi isso não sei se a tempo de tornar minha vida melhor.
É o que descobri revendo GERTRUD, a obra-prima de Carl Dreyer.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home