.comment-link {margin-left:.6em;}

Cinecasulofilia

0 - fuja! * - razoável ** - bom *** - muito bom, recomendado **** - obra-prima!

terça-feira, janeiro 27, 2009

Relendo o texto que escrevi sobre Café Lumière, encontro o seguinte trecho:

Mas, antes disso, Café Lumière é um filme sobre o tempo da vida, sobre a duração das coisas, e sobre uma idéia de rotina. É um filme que tenta conduzir uma idéia de cinema que abandone meramente um sentido funcional (leia-se narrativo, causal, impositivo) para buscar um cinema que de forma orgânica busque uma possibilidade de “viver com os personagens”, e não “viver dos personagens”. Ou melhor, mais que “ser personagens”, eles simplesmente são. Com isso, Hsiao-Hsien busca um cinema puro, um cinema que não precisa “ter que dizer alguma coisa” mas que simplesmente diz.

É incrível como ele poderia ser usado tranquilamente para falar sobre A Viagem do Balão Vermelho e como, ao mesmo tempo, este é um filme consideravelmente diferente do primeiro.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home