.comment-link {margin-left:.6em;}

Cinecasulofilia

0 - fuja! * - razoável ** - bom *** - muito bom, recomendado **** - obra-prima!

terça-feira, março 19, 2013

Amigos,
meu filme ENTRE MIM E ELES já está disponível para download no site www.makingoff.org. Estou muito feliz em promover esse encontro com esse site de que tanto gosto, que é um ponto de encontro pelo simples prazer da cinefilia desinteressada!!!

Abaixo, coloco uma carta para os membros da comunidade MKO que coloca os motivos que me levaram a querer disponibilizar o filme ali, num percurso diferente do tradicional circuito dos filmes alternativos brasileiros que é o dos festivais de cinema. É uma forma de buscar outros caminhos para os filmes, que se complementam com os lindos caminhos que já existem. É um gesto, uma garrafa lançada ao mar.


*   *   *


Amigos da Comunidade do MakingOff.org,

Vocês não imaginam a minha alegria em poder disponibilizar esse meu filme para os membros da comunidade makingoff.org!!! Quando estava prestes a finalizar esse filme, comecei a pensar como exibi-lo e foi muito imediato pensar no makingoff. Em primeiro lugar, sou um usuário, um fã, um entusiasta desse espaço de compartilhamento de arquivos, de filmes, de ideias. Praticamente todos os dias eu entro no making off e me deparo com uma nova surpresa, um mistério!!! Num dia é um filme do Shimizu, no outro dia um filme do Jean Garret, no outro dia um filme contemporâneo da Polônia que ninguém ouviu falar. E todos com legendas em português!!!! E por aí vai. O que mais me fascina no making off é justamente ter Carlos Hugo Christensen e Maurice Pialat ao mesmo tempo em destaque. Como são várias pessoas postando e não existe uma hierarquia, é um mistério o que "entrará em cartaz". Dessa forma, vamos tendo contato com filmes pelo puro impulso de as pessoas quererem compartilhar com outras pessoas uma experiência boa de ter visto um filme. Isso sim é uma cinefilia pelo prazer da cinefilia, e não papo de pessoas que ficam hierarquizando filmes e estabelecendo relações de poder!!! Ainda, no site é possível ver fimes extraordinariamente sofisticados, como os do Straub, Chantal e Mekas. É com esse tipo de relação de cinefilia que eu quero dialogar. Ninguém quer ganhar dinheiro com o makingoff. As pessoas quando perdem um tempão traduzindo um filme e o colocam no site não o fazem para ganhar dinheiro, mas simplesmente pelo prazer de compartilhar o prazer da descoberta de um filme, na utopia de que mais pessoas, a partir daquele gesto, também possam ter o mesmo sentimento de felicidade ao assistir aquele filme. É um ato generoso, de compartilhamento de experiência, de troca.

Da mesma forma, eu, quando faço esse filme, ainda mais este filme em particular, não tenho a meta que ele seja um PRODUTO. O cinema pode ser muitas coisas, ele pode ser um grande produto industrial mas ele também pode ser algo completamente artesanal feito sem nenhum dinheiro, como uma carta. Quando faço esse filme, não quero ganhar dinheiro com ele, não quero que ele seja um produto, mas simplesmente quero compartilhar uma experiência, quero dar um presente sem ter que receber nada em troca. É essa ingenuidade do simplesmente fazer e disponibilizar isso para que mais pessoas possam ver, e eventualmente sejam tocadas por esse gesto, para que essas ideias possam ecoar. O meu desejo descompromissado de fazer esse filme, e oferecê-lo para que mais pessoas possam vê-lo, me parece que é um gesto próximo do gosto de cinefilia da própria comunidade makingoff.org, e é por isso que eu desejei disponibilizar esse filme aqui nesse espaço, em primeiro lugar.

Meu filme termina (spoilers...rs) com um gesto de uma garrafa sendo atirada ao mar. Quando fazemos um filme, não sabemos até onde ele pode chegar, até onde ele pode atingir. O número de pessoas que será atingido com essa mensagem não invalida o gesto de arremessar essa garrafa ao mar. A sorte está lançada! Se chegará ou não ao seu destino, depende das marés, das tempestades, dos infortúnios dessa jornada, "desse longo e sinuoso caminho para chegar até a ti". Por isso, acho a disponibilização em torrent muito adequada: você precisa "semear" mas sem saber quantos irão definitivamente ter acesso ao filme. Você apenas "joga essa garrafa" no imenso mar de filmes disponibilizados na rede. Eu poderia colocar o filme em streaming pelo youtube – o que até devo fazer posteriormente. Mas pelo menos por enquanto acho coerente esse gesto de lançar essa carta na rede, como um gesto, na esperança de que isto possa tocar alguém. Faço esse filme simplesmente por esse desejo louco de que ele possa chegar até a ti (a ti que agora lê o que eu escrevo) e possa eventualmente te tocar. Essa possibilidade é o que me move, é o meu "retorno".

Ter um filme meu num espaço que tanto me inspira, e que visito quase que diariamente, é motivo de enorme alegria. Esse gesto de lançá-lo em primeira mão no makingoff.org espero que seja visto como um gesto generoso, e que torço para que gere frutos e que irradie. Obrigado a todos que alimentam a comunidade makingoff.org!!!! BAN-ZAI!!!! BAN-ZAI!!!! BAN-ZAI!!!

Rio de Janeiro, 15 de março de 2013.



0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home